Como fazer a relação dar certo? Ouvimos dicas de quatro casais do MC2

Publicado por Eduardo Kormives em junho 13, 2017 Blog | Tags:, , , , | Sem comentários

Ah, o amor. Cantado em verso e prosa desde sempre, ele rendeu as linhas mais famosas escritas por Luís de Camões, aquele poeta português que todo mundo sabe que é importante, mas ninguém lê.

Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Mas e a Bíblia, tem algo a dizer sobre amor? Que bom que você perguntou, jovem, tem muita coisa. João faz uma afirmação fundamental nas Escrituras:

Sabemos o que é o amor por causa disto: Cristo deu a sua vida por nós. Por isso nós também devemos dar a nossa vida pelos nossos irmãos (1 João 3:16).

Para os cristãos, o amor não é só um sentimento, é uma atitude e uma verbo de ação: a decisão consciente de se sacrificar pelo outro. Muito antes de Camões, Paulo já havia escrito um dos trechos mais belos da Bíblia ao expressar o que é amor no padrão divino:

Eu poderia falar todas as línguas
que são faladas na terra e até no céu,
mas, se não tivesse amor,
as minhas palavras seriam
como o som de um gongo
ou como o barulho de um sino.

Eh, jovem, não foi Renato Russo que criou estes versos – aliás, vale a pena ler o capítulo inteiro de 1 Coríntios 13. Muito bem, sabendo de tudo isso, o MC2 realizou eventos especiais no fim de semana dos namorados, em Criciúma e Floripa, para tratar de como fazer do amor o combustível para os relacionamentos saudáveis.

A Katia Farias e o Marlon Tg  ouviram depoimentos de quatro casais que participam do MC2. Eles toparam dividir conosco o que têm aprendido. Vale a pena ler e refletir. E se você ainda não é casado, pode ser um caminho para acabar com esta bobagem de ficar postando “solteiro sim, sozinho nunca” nas redes sociais a cada Dia dos Namorados.

MAURÍCIO ALVES (CHITÃO) & FERNANDA MENDES

Ele: “Eu aprendo com a bíblia e com a igreja que todo relacionamento precisa ser construído. Acredito que para o casamento ser duradouro e ser efetivamente o que Deus quer para nós, é construir dia após dia o relacionamento. Praticar as coisas que Deus te ensina no outro e permitir que o outro também erre e também aceite os acertos que ele pode proporcionar.”

Ela: “Acredito que para um casamento ter sucesso tem que existir a escuta. Escutar o outro, perceber o outro. Ser natural de mim e se importar com a felicidade do meu marido, então quando ele tá feliz eu estou feliz. Se houver essa reciprocidade, eu acredito que aí tem sucesso. Se um estiver empenhado em fazer o outro feliz, naturalmente os dois vão sempre estar feliz, por isso essa escuta é importante. Também é querer participar da vida do outro, por exemplo: eu não gosto de assistir basquete mas aprendi a assistir para estar com meu marido, é um momento legal de estarmos juntos. Ele não gosta de assistir séries de contos de fadas mas ele senta para assistir comigo do meu lado porque eu gosto, então é isso, a gente se faz feliz.”

LEANDRO FARIAS & GRAZY FARIAS

“Eu (Leandro) tenho aprendido a ter mais respeito por ela. Tenho aprendido, na Palavra de Deus, que preciso esquecer um pouco de mim e pensar mais nela. É isso tipo de respeito, essa troca de carinho que faz o nosso casamento ser maravilhoso.”

JEFERSON BITENCOURT (JEFF) & KARINA GONÇALVES

“Nós temos aprendido na igreja e também um com o outro que o amor é a base de tudo, e não um amor qualquer como vemos hoje que é tão banal, que diz que qualquer forma de amor serve. Me refiro ao amor de Deus expressado através de cristo Jesus, tanto que Paulo quando fala de casamento diz que o marido deve amar a esposa assim como Jesus amou a igreja porque ele é o nosso maior exemplo de amor. Então para que o casamento seja duradouro nós temos que olhar sempre para o verdadeiro amor que vem de Jesus, se doando um para o outro. Não procurar apenas o benefício próprio na relação mas muito mais o do outro. Esse é o maior segredo, entender que vocês se tornaram apenas um, e a alegria de um é a alegria do outro e assim com certeza as coisas vão bem longe.”

MATEUS TEIXEIRA IGNÁCIO & SUELLEN IGNÁCIO

“O principal segredo que a aprendemos, neste breve tempo em que estamos juntos, é a questão da decisão. Decidir estar junto, amar o outro apesar daquilo que a gente vê um no outro que traga dificuldade. A gente olhar para os defeitos e problemas um do outro e decidir amar acima de todas as coisas. Isso define o amor. Não vejo o amor como aquele cinema novo. Acho que é bem prático, a gente decide amar e estar junto e ter um futuro juntos. É a nossa decisão todos os dias.”

 

Algo a acrescentar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *